Participe

Gerenciamento da web

A equipe web mantém e desenvolve as páginas web da FSFE - que vão desde fsfe.org até as páginas web de projetos e campanhas. Os administradores da web são voluntários que trabalham para melhorar a imagem da organização no mundo e melhorar as soluções técnicas dos nossos esforços na web.

Introdução

As tecnologias e os programas usados para manter a página web da FSFE deveriam ser familiares para muitos desenvolvedores e autores, e podem ser de interesse para aqueles que ainda não as descobriram.

Os tradutores e voluntários ocasionais provavelmente só vão ter contato com:

Os voluntários interessados em explorar a manutenção também devem estar familiarizados com:

Compreendendo como se constroem as páginas web

As páginas web de fsfe.org mantêm-se como um conjunto de arquivos XML. O servidor web gera as páginas HTML a partir destes arquivos XML automaticamente a cada dez minutos. Em consequência, todas as edições das páginas realizam-se nos arquivos XML e o HTML nunca é editado diretamente.

Cada página em fsfe.org denomina-se nomedapágina.idioma.html (sendo idioma as duas letras do código ISO-639 para esse idioma, como "en" para o Inglês ou "de" para o Alemão). Os arquivos de origem são nomeados como nomedapágina.língua.xhtml.

Algumas páginas têm partes dinâmicas: aparte dos textos fixos tomados dos arquivos XHTML, que incluem informação de um ou vários arquivos XML. A cada vez que uma página é construída, o sistema de construção toma os arquivos XML traduzidos, quando estão disponíveis, e retorna à versão em Inglês dos arquivos XML que ainda não têm sido traduzidos. Desta maneira, as páginas podem acabar apresentando partes do texto traduzidas e outras partes que ainda permanecem em Inglês. Alguns exemplos de tais páginas são a página de início, a página de notícias e a página de eventos.

Acessando as páginas web

Os arquivos de código fonte para as páginas web armazenam-se no repositório subversion fsfe-web, alojado no servidor subversion da FSFE. Outros serviços estão disponíveis na correspondente instância trac.

Para ter acesso a estas ferramentas, só tem que seguir estas instruções:

Comprovando uma rama SVN para trabalhar com ela

O repositório subversion tem duas bases de código principal para a página web da FSFE, o SVNtrunk, que se utiliza para criar a instância de produção da página web em http://fsfe.org/ e a rama test, que se utiliza para construir http://teste.fsfe.org/.

Para o trabalho do dia a dia, como a adição de novos conteúdos, a tradução de páginas (ou inclusive o desenvolvimento de pequenas mudanças no site) terá que comprovar o trunk CVS:

svn --username SEUNOME co https://svn.fsfe.org/fsfe-web/trunk

Para realizar mudanças importantes no site, incluindo a depuração de novas características que poderiam bloquear ou romper o lugar, animamo-lo a revisar a rama teste do repositório SVN:

svn --username SEUNOME co https://svn.fsfe.org/fsfe-web/branches/test

Tenha em conta que para uma cópia operativa completa requerem-se ao redor de 160 Mb; se você só vai trabalhar em uma parte do site, pode procurar só os diretórios nos que você está interessado. Você pode navegar pela árvore SVN em linha para encontrar o que lhe interessa.

Trabalhando com o repositório

Após comprovar o repositório pela primeira vez, deve executar

$ svn update

sempre que vaia trabalhar em um arquivo específico.

Se quer acrescentar novos arquivos ou diretórios no repositório terá que executar

$ svn add filename

Para enviar as suas mudanças ao servidor, não importa que seja um arquivo novo ou uma modificação em um arquivo existente, execute

$ svn commit filename

e o seu editor por defeito abrir-se-á para que escreva uma descrição das mudanças que tenha realizado.

Em subversion, a substituição de palavras-chave deve-se ativar explicitamente para cada arquivo. Como usamos algumas palavras-chave nos arquivos .xml e .xhtml (por exemplo, a palavra-chave $Author$ no pé de página), pode habilitar a ativação automática de palavras-chave acrescentando o seguinte fragmento de código no seu arquivo /.subversion/config:

enable-auto-props = yes

[auto-props]
*.xml = svn:keywords=Date Author Id Revision;svn:mime-type=text/xml;svn:eol-style=native
*.xhtml = svn:keywords=Date Author Id Revision;svn:mime-type=text/xhtml;svn:eol-style=native
    

Se está acostumado a trabalhar com CVS, será fácil para você começar a trabalhar com SVN; como pode ter notado, os comandos básicos são muito similares. Para obter mais informação, pode ver um resumem das diferenças entre CVS e SVN em Subversion para utentes de CVS e uma referência rápida que compara os comandos de CVS e SVN em Guia de mudanças de CVS a SVN

Pode descarregar um manual detalhado para SVN na página do livro de subversion (utilizamos a versão 1.5 do SVN).

Instrumentos de coordenação

O trabalho nas páginas web é coordenado na lista de discussão de administradores web.

A instância trac de fsfe-web proporciona algumas ferramentas adicionais para ajudar à coordenação: um navegador web para o repositório SVN, um sistema de rastreamento de problemas e uma página wiki.

Você pode encontrar mais informação sobre o uso de trac na página wiki TracGuide.

Se quer estar a par de todas as atualizações que se fazem às fontes das páginas web, também pode se subscrever à lista de discussão de notificação de atualizações e receberá um correio eletrônico para cada mudança publicada na árvore de fontes.

Uso responsável do acesso de escritura

Se tem acesso de escritura às páginas web, por favor, subscreva-se à lista de discussão de administradores web.

Por favor, tenha em conta que todas as mudanças serão efetivas e visíveis de forma automática, sem nenhuma intervenção humana. Em consequência, há algumas coisas que pediríamos que faça de cada vez que realize mudanças ou acrescente novos arquivos:

Por favor, mantenha a coordenação com outras pessoas que também têm acesso de escritura ao SVN para se assegurar de que as traduções e correções contribuídas por pessoas que não têm acesso de escritura se atualizam corretamente após que tenham sido corrigidas. Por suposto, por favor, comprove estes arquivos dantes de atualizá-los, como se estivesse a comprovar os seus próprios arquivos.

Mais informação

Tendo em conta que as páginas web da FSFE se estruturam em níveis europeus/mundiais e outros níveis locais, elegidos pelos utentes, que os complementam ao fornecer informação específica da cada país, o desenho tem uma verdadeira complexidade que se oculta por completo aos utentes do site.

Também pode ver o arquivo de documentação Texinfo Webmastering FSFE de Jonas Öberg, quem implementou o sistema de construção da página. Por favor, leia-o para saber mais sobre como funcionam as nossas páginas web.